terça-feira, 16 de novembro de 2010

38 - RETRATAÇÃO


Segunda de manhã, eu com UMA RINITE DA PORRA, saí pra rua pra comprar remédios e pra ir na padaria comer uma coisinha qualquer. Eu com rinite fico totalmente sem vontade de fazer amigos, ou ter amigos, ou ser sociável. Ando pela rua parecendo um ogro, qualquer coisa me irrita, fico sem conseguir pensar direito, dou respostas ríspidas, sou grosso, é uma bosta. Tipo tpm. Fui até a farmácia, tava frio. Quando saí da farmácia, tinha sol. E eu com uma blusona que não queria ficar segurando na mão, só mirei a rua que eu tinha que subir e fui, foco na missão de comer alguma coisa. Cheguei na padaria suando em bicas, me sentei, pedi um pão com mortadela Ceratti e vinagrete, e um suco de laranja. Foi eu terminar o pedido, chegou um sujeito todo amigão já falando na empolgação:
– E AÍÍÍ MANO, COMO CÊ TÁ? - ele tava com uma calça jeans, camisa xadrez, tenis Adidas e uma boina daquelas de cobrir dreads. Chegou chegando, como se me conhecesse há muito tempo.
– TÁ SUADO TIOZÃO, VEIO CORRENDO???
Eu só dei uma olhada de rabo de olho e falei "tá meio calor...", enxugando a testa com um guardanapo.
– PODICRÊ, DE REPENTE SAIU O SOL JÀ PELANDO NÉ TIOZÃO???
E eu, pensando "tiozão é sua irmã, aquela barbada, seu viado", só respondi "...podicrê, podicrê..." e ele continuou:
– MAS AÍ TRUTA, POSSO TE PEDIR UMA GENTILEZA???
E eu: "se for grana meu, tenho não, tô zerado..."
– NÃO É GRANA NÃO TRUTA, AÍ, EU NUNCA PEÇO GRANA PRA NINGUÉM NÃO! - falou meio puto.
– ...cê quer o que então, meu...? - perguntei
– IA PEDIR UMA BEBIDA SÓ.
– ...e eu ia ter que pagar, e não tenho grana não meu, tô zerado, como te disse. Aí o cara desbaratinou e saiu saindo pro outro lado e ficou lá meio que reclamando, depois ficou pirando numa foto em que tinha um cara com um puta peixão que ele tinha pescado, depois falou mais algumas coisas pro nada, foi em direção à saída e quando chegou à porta parou, olhou pra mim com uma outra postura e disse:
– Aí, eu tô voltando. - e saiu, virou a esquina, passou por trás de mim pela rua (a padoca era de esquina e tinha das portas daquelas de vidro) e concluiu: "Você não responde nada agora, mas quando eu voltar quero ver o que você vai responder." Falou assim mesmo, tudo certinho, sem gírias e sem aquela empolgação toda do começo, com uma gravidade na voz.

Fiquei uns dois segundos olhando pro suco de laranja e na sequência eu tive uma visão e pensei "FUDEU! Era Jesus disfarçado de nóia, testando minha fé e generosidade. E ainda deu a letra de que vai voltar."

É o seguinte: se era mesmo Jesus, eu tenho algumas considerações a fazer em minha defesa:

1 - Eu tava com rinite, e rinite afeta o discernimento. Então faz favor, dá um desconto;

2 - Arruma um disfarce melhor. Pô, o que aconteceu com o velho mendigo, ou a tiazinha, ou a criancinha? Nóia, meu??? Ninguém é obrigado a aturar nóia. E que chega chegando ainda, sem ser na humildade? Não dá...

3 - A abordagem foi capciosa, no intuito de me levar ao erro. Eu tava, como disse, com rinite e a divindade em questão tava com um disfarce que mexe com os brios das pessoas, fora que capciosidade é coisa mais do lado de baixo do que do lado de cima. Há contradição na própria essência da ação.

Partindo desse princípio, abro aqui, claro, espaço para a réplica. Eu não sou uma má pessoa, sou generoso na medida e até tenho fé, mas vamos jogar limpo aí.

***********

Foto: ééé... não dá pra saber, né... eu vou tentar ir ao show, por via das dúvidas. Vai que é um teste coletivo, sei lá...

5 comentários:

Marquinhus disse...

Genial!

Van Chacon disse...

Mas e aí Tim? Jesus voltou ou era só mais um falso messias?

Luiz "TIM" Ernani disse...

Vixi man, acho que nem o nome dele era Messias, hahaha! Valeu

Douglas - PSTU disse...

Adoooooooro seus textos Tim e continuo repetindo, feito o velho samba de uma nota só "Publique seus textos em livro!!!!!!"
Meu muito bom. Dou toda razão ao narrador. Pô Jesus voltar já é uma bosta, ainda testar as pessoas na figura de um noia, piorou rsrsrsrsrsrsr Ninguém merece rsrsrsrs
Abraços

Bruno disse...

ahuhuahu

bom demais tim!!

abraço irmão!