quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

7. 118kg - SEXO & CHOCOLATE


A relação que homens e mulheres tem com o chocolate é muito parecida, se não igual, a que os homens e mulheres tem com o sexo. E o maluco da história é que pra nós, homens, é impossível entender essa relação das mulheres com o chocolate, simplesmente porque nascemos com os cromossomos x e y. Tá no nosso dna não entendermos, não é por preguiça ou por não nos importarmos. É simplesmente... não entender mesmo. Dia desses, assistindo Juno, alguém no filme diz a seguinte frase: a mulher vira mãe quando engravida, e o homem vira pai quando vê o filho. A relação que uma mãe tem com o filho, ou filha, também nunca será compreendida pelos homens ou pelas mulheres que não são mães. É outra relação, totalmente alienígena. Assim como as mulheres nunca vão entender nosso tesão em correr a toda velocidade com um carro bacana ou sair pra jogar futebol domingo de manhã. Não tá no dna delas compreenderem essas coisas, simples assim. De volta ao chocolate. Acho fascinante o sentimento orgasmático que as mulheres tem ao saborear um chocolate, a volúpia, os gemidos, aquela coisa de ficar leve e de transcender o cosmo que bate quando as meninas colocam aquele bloquinho de leite, cacau, açucar e um monte de conservantes, acidulantes e espessantes na boca. Sublimam mundos deliciosos de João e Maria, um conto de fadas onde tudo seria de um chocolate que não engorda e não dá espinhas, embora seja cientificamente provado que chocolate não dá espinhas. Príncipes encantados com pedaços de avelãs, aos quais elas possam arrancar um braço com uma dentada, montados em cavalos brancos com flocos, que possam ser derretidos para fazer cobertura das mais variadas para as mais variadas espécies de guloseimas, todas de chocolate.
Como o sexo.
Todas esperam um príncipe maravilhoso que as levem alto aos céus, imaginam flutuar nos braços de tal galã como se nadassem num vácuo de nuvens fofinhas, protegidas e extasiadas. Lendo uma entrevista com um ginecologista, Malcolm Montgomery, na Playboy, um que cuida das famosas por aí, ele falou um lance ducarai: “...as mulheres crescem vendo filmes em que na hora da transa, explode um vulcão e há revoadas de pássaros. Aí tem a primeira relação no aperto de um carro com alguém que ejacula rápido. É frustrante.” Pra mim, esse é o perigo de encarar o sexo como as mulheres encaram, porque mesmo quando não são mais virgens, a frustração causada por tanta idealização é pior do que qualquer espinha ou quilos e quilos adquiridos com chocolates de péssima qualidade.
Já nós, homens, comemos por farra.
O chocolate, claro.
É bom um chocolatinho de vez em quando, dá uma adoçada na boca, mas quando acaba, acaba. Você amassa a embalagem e joga fora, dá uma respirada funda e continua com a vida. Não existem essas miríades de sensações orgiásticas que as mulheres sentem, não nos levam às alturas e nem nos transportam para mundos magníficos onde tudo é lindo. Também é científicamente comprovado que o chocolate libera uma série de substâncias, como serotonina e outros ínas que causam essa sensação de felicidade, em ambos os sexos, mas nas mulheres, isso acho eu, o chocolate misturado aos progesteronas da vida causam essas sensações idílicas, e em nós, quando misturados à testosterona, e quando o chocolate é bem bom, dá só uma puta sensação de prazer. Mas é muito bom quando o chocolate derrete na nossa boca e nos causa essa sensação de prazer.
Como o sexo.
Derreter na nossa boca é válido para ambos os casos inclusive, chocolate e mulheres. Sexo para os homens não tem esse negócio todo de idealização de uma princesa meiguinha em nossos braços. A princesas acabam sempre sendo a Pamela Anderson, Angelina Jolie ou Juliana Paes e não são nada meiguinhas. Claro, existem mulheres e mulheres, e eventualmente... acabamos sucumbindo né, fazer o que. Na falta de um suíço, chocolate suíço, vai um de fundo de quintal mesmo, ali na hora da carência, não é assim pra vocês mulheres? Porque homem, ao contrário do que pensam as mulheres, sofrem de carência sim senhora, mas mulheres conseguem acabar com ela simplesmente com uma boa barra de Toblerone, e nós, homens, acabamos com a carência com aquela amigota feinha e disposta lá no fim da agenda telefônica. Claro que se for uma suíssa, mulher suíssa, uau! Na verdade, é mais fácil uma mulher feinha nos levarem aos céus do que uma barra de chocolate, neguinho por aí se apaixonam aos montes por um bom movimento de cintura e capacidades rebolativas das desprovidas de beleza, mas como diria o poeta, as feias que me desculpem, mas beleza é fundamental.
Sexo, para nós homens, só tem a mesma conotação de nos fazer parar em outros mundos quando estamos apaixonados, perdidamente apaixonados. Aí, inclusive, tudo vira um mar de chocolate cremoso e quente e derretido onde a gente bóia (homem que é homem não flutua, bóia), então, onde a gente bóia de braços abertos à deriva, nos deixando ser carregados pela correnteza, indo parar em qualquer lugar que seja.
Como um bom chocolate, pras mulheres.
Uma mulher quando degusta um excelente chocolate importado e caro é como ter nos lábios o galã gostosinho de barba por fazer da última novela das 7, seja em qual época for, onde todos andam sem camisa e cabelo milimetricamente desarranjado, enquanto pra nós, ter nos braços aquela garota que a gente deseja loucamente nunca vai ser como saborear um chocolate, seja ele raro como for. É claro que também há mulheres que encaram o sexo como nós, homens, encaramos. E então, quando uma mulher encontra um Lindt maravilhoso, ou um homem encontra sua Godiva deliciosa, aí sim, tudo acaba em sexo e chocolate, que é como as coisas deveriam sempre acabar.

4 comentários:

Daniela disse...

ESSE LINK DE CHOCOLATE E SEXO É ABSOLUTAMENTE PRAZEROSO... AMBOS SE MISTURAM NUMA MESCLA DE DESEJO, FANTASIA, DESCONTROLE...

MTO BOM!!!
BJS DANY

Sandra disse...

Palhaçada...seu machista!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk..
Tah pensando que naum percebi uma ponta de superioridade de macho nas entrelinhas...owwwww...
Vão vcs homens pensando que mulher espera muito de vcs...ahahah..
Melhor uma boa barra de 1kg de chocolate...
Sem beijos hj!!

Lexotânica disse...

Humpf...Eu odeio o galã gostosinho de barba por fazer da última novela das 7. Aliás, eu odeio barba. E odeio galã, e odeio novela das 7.

RS disse...

Machista. Eu só como chocolate com amor.